Crítica do divertido Dois é Bom Três é Demais



Dica (in) útil de filme para hoje (ou qualquer outro dia)
DOIS É BOM, TRES É DEMAIS (you, me and Dupree). Eua, 2005.



Simples e agradável, DOIS É BOM, TRES É DEMAIS é mais um bom trabalho do ator-comediante-de-nariz-quebrado Owen Wilson (visto recentemente na aventura DRIBLIT TAYLOR). Diferentemente de seus filmes anteriores, o astro não divide tela com os inseparáveis amigos-atores Ben Stiller (UMA NOITE NO MUSEU),o irmão Luke Wilson (MINHA SUPER EX-NAMORADA)ou Will Ferrel (RICKY BOBBY), mas sim como os eficientes e quase oscarizados Matt Dillon (CRASH) e Kate hudson (simpática e linda no excelente QUASE FAMOSOS).


Aqui Owen interpreta o alegre e folgado Dupree. Quase “abandonado” por todos, a situação do protagonista acaba chamando a atenção de seu amigo-do-peito e recém-casado Carl (Dillon) – emocionado com o fato do amigo estar vivendo de favores nos fundos de um bar, sem emprego. Disposto a ajudá-lo, Carl prontamente o chama para morar por alguns dias em sua casa, mesmo com o ceticismo da esposa (obviamente desaprovando a idéia, já que o casal mal aproveitou a lua-de-mel). O problema começa quando os “poucos dias” da permanência de Dupree se transformam em muitos – como se não bastasse o comportamento desleixado e por às vezes infantil do “hospede” (o protagonista passa horas assistindo TV a cabo e andando de Skate com a molecada vizinha. A situação piora quando Carl passa a sofrer pressões no trabalho por parte do chefe e sogro (Michael Douglas, em uma participação especial), que nunca foi fã dele (a melhor sacada é quando o personagem de Douglas o obriga a fazer uma vasectomia!!??!!). consequentemente descontando toda raiva em cima da esposa, Carl passa a desconfiar da mesma – afinal de contas, será que ela estaria mantendo um caso com seu melhor amigo?


Com um trio central em boa sintonia, ótimas situações cômicas (algumas fazem referencia aos clássicos A PRINCESA E O PLEBEU e O ULTIMO TANGO EM PARIS – com destaque para a cena da manteiga!), DOIS É BOM, TRES É DEMAIS faz rir sem apelar para o mau gosto. Uma boa opção para quem curte comedias na linha de ENTRANDO NUMA FRIA.





trailer original de cinema:






nota para o filme: 7.0


feito por Jeniss Walker



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...