Sobre O Orfanato, Sakura e Will Smith


Várzea Grande, 20 de junho de 2008. 01:15am

...mais um post inútil...

Hoje não vou falar muito porque amanha preciso acordar um pouco mais cedo. Bem, pela noite terminei o download de um longa que queria ver já a algum tempo: O Orfanato, produzido pelo formidável Guilhermo Del toro. Ainda não finalizei Sakura Card Captors... São muitos episódios – sem contar os especiais – para baixar. Tenho alguns colegas que querem que passe a eles em dvd. Não sei se falei isso a vocês aqui no blog... Tenho um pequeno grupo de amigos que troco bastante material relacionado a animes. Praticamente 65% do que tenho hoje em episódios consegui com eles (agradeço ao camarada Julian Jr. Pela imensa ajuda). Logo após vou dar uma visitada nos blogs de alguns conhecidos... Assim como eles estão sempre por aqui, também me esforço para postar algum comentário na pagina deles também. Já passou da minha hora de dormir. De qualquer forma, tenham todos (e todas) uma ótima sexta-feira (mais um fim de semana chegando), fiquem com Deus, e até mais.



Dica (in) útil de filme para hoje (ou qualquer outro dia)
A PROCURA DA FELICIDADE (Pursuit of happiness). Eua, 2006



Lembro de uma frase dita por uma jornalista critica de cinema de uma famosa revista nacional. Era mais ou menos assim: não se envergonhe se você começar a chorar ao assistir esses tipos de filmes – eles foram feios para isso mesmo. Todo ano sai um ou outro longa do tipo citado, e em 2006 quem deu a pequena grande contribuição para o subgênero foi o talentoso Will Smith. Não digo grande pelo filme A PROCURA DA FELICIDADE ser a melhor obra cinematográfica lançada naquele ano. Digo GRANDE porque me surpreendi ao ver o sucesso nos cinemas tanto dentro quanto fora do território gringo. Talvez isso possa ter ajudado (e muito) na indicação para o Oscar pelo desempenho do ator. E certo que hoje em dia, para se ganhar a atenção dos membros da academia, é sempre bom ter um ótimo marketeiro (o sucesso entre o publico ajuda muito também). Seria rude em dizer que Smith conseguiu a indicação por esse meio (forte venda de imagem). Interpretando um homem de 30 e poucos anos, abandonado pela mulher e precisando cuidar sozinho o filho de 5 anos, ao mesmo tempo que participa de um programa de estagio (que funciona também como um concurso para preenchimento de vagas em uma importante consultoria econômica dos EUA), enfrentando n meio do aprendizado a falta de dinheiro (causa que traz conseqüências dolorosas ao protagonista, como viver durante alguns dias como sem-teto), Will Smith, através de sua esforçada performance e imenso carisma, aos poucos foi conquistando a simpatia da critica. É legal ver de vez em quando um ator com tendências comercias se submeter a um trabalho mais concentrado artisticamente. Podem até chamar o filme de piegas, mas que ele faz um bem danado a pessoa que o assiste, isso sim, faz.







The Pursuit of Happyness
Drama
117 minutos
EUA
2006
Sony Pictures Entertainment
Direção: Gabriele Muccino
Com: Will Smith, Jaden Smith, Thandie Newton….










trailer original de cinema:




nota para o filme: 7.5



feito por Jeniss Alves Walker
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...