Sobre Zé Jacaré e A Conspiração


Várzea grande, 23 de junho de 2008. 10:00pm

...mais um post inutil...

“Tem gente que gama
Um peixe com escama
E um peixinho frito
é um último grito
Mas fique sabendo
que um pássaro tremendo
na água fervida
é ótima pedida”
Não sei se já falei sobre isso no blog...mas eu curto pacas O SHOW DO PICA-PAU. É certo que muitas características do alucinado protagonista lembram um pouco alguns da turma LOONEY TUNES.ainda assim, é inegável que existe certos aspectos que dificilmente se vê em outro personagem de animação. Essa frase tirei de um dos primeiros episódios em que aparece um dos vilões mais simpáticos do seriado: Gabby Gator – conhecido pelos fãs brasileiros como Zé Jacaré. Não me lembro a quantidade exata em que aparece o faminto réptil, sempre ávido por um “cozido de pica-pau”. Não entrei ontem porque estava assistindo alguns filmes no computador. Usei boa parte do tempo também para ler alguns debates sobre gerenciadores de download e pirataria. Talvez algum dia eu faça um pequeno texto sobre o polemico assunto. digo uma coisa: não nego que baixo muitos filmes e seriados pela internet, especialemnte aqueles que não consigo achar de maneira alguma em videolocadoras. Prefiro isso que comprar em barracas de pontas de esquina dvd´s de qualidade duvidosa. Tenham todos uma ótima terça-feira.

dica (in) util de filme para hoje (ou qualquer outro dia):
A CONSPIRAÇAO (the contender)

Um dos tipos de subgênero mais tachados de “chato” é o que tem como base da trama algum tipo de enredo passado dentro do cenário político. Ainda assim, é interessante o modo que o diretor Rod Lurie (A ULTIMA FORTALEZA) conduziu esse filme. De quebra, o bom trabalho chamou a atenção de alguns críticos devido ao roteiro bem escrito e polemico, reforçado por um elenco famoso e eficiente (Joan Allen e Jeff Bridges ganharam até indicação da academia na categoria de coadjuvantes). Assim como no escândalo passado dentro nos bastidores do congresso estadunidense envolvendo uma tal de Mônica Levinsky, A CONSPIRAÇAO também trata de um escândalo sexual envolvendo uma figura importante do cenário político – fato que causa o inicio de uma grande investigação parlamentar a pedido da elite opositora do governo (não permitiremos de maneira alguma que uma pessoa psicologicamente pervertida venha a se tornar vice-presidente dos EUA, diz a parte acusadora do processo). Mesmo sendo uma historia sobre políticos (pessoalmente nunca fui muito fã de filmes assim), A CONSPIRAÇAO até empolga e mantem a atenção. O resultado poderia muito bem ser mais satisfatório, não fosse o epílogo moralista. Recomendável.







(The Contender, EUA, Alemanha, Inglaterra, 2000)
Gênero: Drama
Duração: 126 min.
Diretor(es): Rod Lurie
Elenco: Gary Oldman, Joan Allen, Jeff Bridges, Christian Slater, Sam Elliott, William Petersen, Saul Rubinek, Philip Baker Hall, Mike Binder, Robin Thomas (2), Mariel Hemingway, Kathryn Morris, Kristen Shaw, Douglas Urbanski, Noah Fryrear

nota para o filme: 7.5


feito por Jeniss Alves Walker






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...