Alvin Straight: um homem decidido


Várzea Grande, 23 de Fevereiro de 2009. 08:15PM.


...Mais um post inútil...




satisfatório os resultados do Oscar 2009. errei só em uma das categorias que palpitei ontem, no caso, melhor ator. Das mudanças, a mais agradável foi a apresentação dos indicados nas categorias ator/atriz/coadjuvantes. No fim, a festa soou bem menos longa que as ultimas.


Soube hoje de manha que a prefeitura da cidade onde moro abrirá 1000 vagas p/ um cursinho pre-vestibular gratuito, algo inédito em Várzea Grande. Começam na quarta próxima, as inscrições. Engraçado que sempre ouço maus comentários sobre esse tipo de preparação. Ao meu ver toda ajuda é bem vinda. Quem sabe se não teria passado 8 anos atrás caso tivesse participado de algo parecido.


Como havia dito no post de ontem, antes da cerimonia dos Academy Awards assisti o drama A Historia Real (The Straight Story, 1999). inspirado em fatos verídicos , a trama narra parte da vida de um senhor de 73 anos chamado Alvin Straight. Ao saber do derrame sofrido pelo irmão, resolve fazer uma visita a ele (já faz 10 anos que os dois não se encontram). Por uma razão aparentemente desconhecida Alvin resolve percorrer as 260 milhas da trajetória pilotando um velho trator cortador de grama (!?!??!). indicado p/ o Oscar de melhor ator (póstumo p/ Richard Farsnworth), Historia Real mostra uma belíssima odisseia de força e superação. Sobre o porque da escolha do meio de locomoção, o proprio Alvin Responde: “não tenho carteira de motorista...”. Mas o fato mais curioso é que a simpática e emocionante produção tem como diretor David Lynch, grande cineasta mais lembrado pela filmografia um tanto “diferente” pelos padrões comuns de cinema – Veludo Azul e Cidade dos Sonhos, só de exemplo. Como um filme propositalmente longo e lento consegue manter a atenção do espectador? Deve ser a vontade de querer saber mais e mais sobre esse peculiar personagem. Mas reconheço que tenho uma queda por road-movies. :P




e ontem, mais dois filmes retirados da lista de sessenta e poucos filmes feita no inicio do mês:

O Julgamento do Diabo (Shortcut to Happiness, 2007), de Alec Baldwin e Pacto Quebrado (One Way, 2006). o primeiro não é de todo ruim, apesar do enredo ultra-batido: um inútil vende a alma ao diabo (na maioria das vezes personificado por uma mulher bonita) em troca de uma vida cheia de sucesso. Já o 2° exemplar...menos de 5 minutos depois nem sabia do que se tratava :P.


Volto amanha p/ mais comentários. Por enquanto é isso. Bom feriado a todos, um abraço e até mais.




:P
:P
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...