Passado

---- Onde você estava nesse exato momento 9 anos atrás? Você lembra ou é daquele tipo de pessoa que não lembra nem mesmo o que almoçou no dia anterior? É claro que eu também não lembro o local onde eu estava, mas lembro de algumas coisas que eu fazia no ano 2000. O que você fazia naquele ano? Lembra de algum fato? Você lembra de alguma coisa importante que aconteceu? Você ao menos lembra do seu nome?
---- Eu estava revendo alguns clipes hoje, quando vi “Stronger” da Britney Spears, o que me remeteu ao ano 2000, ano esse que eu era fiel espectador da MTV Brasil e do finado Disk MTV. Ao rever esse clipe que marcou naquele ano, não apenas isso voltou, mas sim muitos fatos que eu havia esquecido com o passar dos anos. Naquele ano em que estava na 8ª série do ensino fundamental, eu costumava não ter preocupações com o mundo. Minhas preocupações naquele ano era apenas tirar notas boas e nada mais. Erro meu esse já que foquei muitos anos da minha vida apenas estudando ao invés de investir meu tempo em outras coisas. Não estou dizendo que estudar é ruim, mas como um amigo de medicina disse uma vez, a pessoa precisa estudar sim, mas precisa também ter outros objetivos para que sua cabeça não saia de órbita.
---- É claro que eu também recordei de algumas coisas negativas, mas as coisas positivas que lembrei valem muito mais que isso. Lembro que foi naquele ano que uma das minhas melhores amizades nasceu. Infelizmente hoje cada um segue um rumo diferente, mas coincidentemente próximos já que a estrada da vida de ambos possui características comuns, porém muitas vezes as conquistas vez mais fácil para alguns não tanto como vem para outros. Isso faz parte da vida e precisamos saber lidar com isso.
---- Recordar do passado não é um crime, mas viver dele é. Precisamos saber à hora de seguir em frente deixando o passado para trás e as memórias em nossa mente. A fase da adolescência se foi e com ela muito de mim. Coisas boas ficaram para trás, mas depende de cada um de nós buscarmos o futuro e construí-lo com nossas mãos. Essa é a moral dessa história postada pelo blog das EVR.
(EVR pode ser lido como “ever”, ou seja, “sempre” ou “nunca” em inglês.
Exemplo: Forever and ever, and ever... ou Never do this, ever!)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...