Os Maiores Fracassos de Bilheteria do Cinema dos Últimos Cinco Anos.

...Mais um post (in)útil.

Conferi ontem pelo G1 uma matéria bastante curiosa postada pela Forbes, gigante mundial em pesquisas sobre economia. O tema: Os maiores fracassos de bilheteria dos últimos cinco anos. Como muitos sabem, agradar os críticos não garante rios de dinheiro nas bilheterias. Veja alguns dos citados:




A Volta do Todo Poderoso (Evan Almighty, 2007), de Tom Shadyac, estrelado por Steve Carell: curioso notar que a Universal Pictures considerou decepcionante a arrecadação dessa continuação. O primeiro filme, protagonizado por Jim Carrey (Carell era coadjuvante), não é la essas coisas, mas tem seus momentos (as primeiras investidas do Bruce ‘Todo Poderoso’ são ótimas). Já a continuação também não faz feio. 1% de prejuízo é considerado fracasso?

Custo: 175 milhões
Arrecadado: 173 milhões

Trailer do filme aqui

**



O Assassinato de Jessé James Pelo Covarde Roger Ford (The Assassination of Jessé James By The Coward Roger Ford, 2007): um belíssimo filme, indicado para alguns Oscars, mas que tambem é um exercício de paciência aos menos acostumados (as duas horas e meia de fita aparentam ter quatro);

Custos: 30 milhões
Arrecadado: 15 milhões

Trailer do filme aqui
**




A Vida é Dura: A Historia de Dewey Cox (Walk Hard, 2007): uma espécie de ‘Todo mundo em panico’ de alguns musicais premiados (mais especialmente, Johnny e June). John C. Relly é um ator e tanto (até indicação para o Globo de Ouro ele conseguiu). Mas foram pouquíssimos que realmente curtiram o filme.

Custos: 35 milhões
Arrecadado: 21 milhões

Trailer do filme aqui

**




O Guru do Amor (The Love Guru, 2008): uma das estrelas do ultimo Framboesa de Ouro (O ‘Oscar’ dos piores). Fracasso merecidissimo.

Custos: 62 milhões
Arrecadado: 41 milhões

Trailer do filme aqui

**



Escola de Idiotas (School for Scoundrels, 2006): uma daquelas comedias que tu assiste, dar algumas risadas e esquece rapidinho.

Custos: 35 milhões
Arrecadado: 24 milhões

Trailer do filme aqui

**



O Elo Perdido (Land of the Lost, 2009). Para quem nao sabe, Will Ferrel tem no curriculo um grande feito: Um dos atores que mais dão prejuízo as distribuidoras (leia aqui a matéria). Ainda não vi esse remake.

Custos: 100 milhões
Arrecadado: 70 milhões

Trailer do filme aqui

**

 

O Grande Dave e Minha Filha é um Sonho (Meet Dave, 2008 / Imagine That, 2009)
Sobre o primeiro citado: mais um fracasso merecido do ainda talentoso Eddie Murphy. Ainda não conferi Imagine That.


O Grande Dave:

Custos: 60 milhões
Arrecadado: 50 milhões

Minha Filha é um Sonho

Custos: 55 milhões
Arrecadado: 23 milhões

Trailer de Minha Filha é Um Sonho aqui
Trailer de O Grande Dave aqui

                                                           **



Fonte da Vida (The Fountain, 2006), de Darren Aronofsky, estrelado por Hugh Jackman: até hoje tento compreender o porquê de tantos cinéfilos louvarem esse filme esquisito e longo... Muito longo. Fracasso merecido. É bem provável que Aronofski pagou o prejuízo dessa ficção com O Lutador (The Wrestler, 2008) – esse sim, um filme a ser valorizado pelos cinéfilos.

Custos: 26 milhões
Arrecadação: 16 milhões

Trailer do filme aqui

**



O joinha e esquecível Grindhouse (Planeta Terror / A Prova de Morte, 2007): tentativa mais-que-malsucedida da dupla Quentin Tarantino / Robert Rodriguez de trazer ao grande publico um pouco do que foi o cinema drive-in;

Custos: 67 milhões
Arrecadado: 25 milhões

Trailer do filme aqui

**

Outros ‘felizardos’:




Aeon Flux (2005), de Karyn Kusama, estrelado pela ganhadora do Oscar, Charlize Theron.

Custos: 62 milhões
Arrecadado: 52 milhões

Trailer do filme aqui

**



Os Produtores (The Producers, 2005), de Susan Stroman, estrelado por Nathan Lane.

Custos: 45 milhões
Arrecadado: 38 milhões

Trailer do filme aqui

**



Invasores, de Oliver Hirschbiegel, estrelado por Nicole Kidman.

Custos: 80 milhões
Arrecadado: 40 milhões.

Trailer do filme aqui

**

Por fim, o TOP 3 dos últimos cinco anos:




O bom thriller A Passagem (Stay, 2005), do talentoso Marc Foster, estrelado por Ewan McGregor e Naomi Watts: filmes com trama complicada demais também tendem ao fracasso.

custos: 30 milhões
arrecadação: 8 milhões

trailer aqui

**




The Express: A Historia de Ernie Davis (The Express, 2008): até que o filme de Gary Fleder não é dos ruins: retrata a historia de um das maiores promessas do futebol americano, o jovem Ernie Davis, quando no auge da carreira descobre possuir uma doença com poucas chances de cura. O histórico prova o alto grau de periculosidade (monetariamente falando) de filmes sobre esporte. The Express não foge ao caso.

Custo: 40 milhões:
Arrecadado: 10 milhões


trailer aqui

**






A Grande Ilusão (All The King’s Men, 2005), de Steve Zailland: nenhum cinefilo se agrada quando sai a noticia de um remake, ainda mais se o material original for um sucesso de bilheteria ou de critica. Mesmo com o elenco de renome (Sean Penn, Jude Law, Anthony Hopkins, James Gandolfini, Mark Ruffalo, Patrícia Clarkson, Jack Earle Haley, ...) e com boa realização, A Grande Ilusão não convenceu ninguém. Para os críticos, um filme frio; para o público, uma fita extremamente chata.

Custos: 55 milhões
Arrecadado: 9 milhões (!!!)

trailer aqui

(Fontes: Forbes, G1 e Inside Movie)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...