Por que Clube da Luta é um dos filmes mais importantes da história do cinema e extremamente útil as ciências humanas?

Em andanças por uma loja de venda de DVD, aproveitei para comprar na promoção um disco simples do polêmico – e surpreendente – Clube da Luta (Fight Club, 1999), obra-prima de David Fincher (A Rede Social, 2010) baseada no livro de Chuck Palahniuk. Antes de entrar o menu principal do disco, há uma mensagem curiosa escrita por Tyler Durden (Brad Pitt), alterego do protagonista da trama, interpretado por Edward Norton. O aviso tem significância em comparação com o “homem comum” que, ao longo do filme tem dificuldades de relacionar com outras pessoas:




Em suma, o texto diz:

"Se você está lendo isso, então este aviso é para você. Cada palavra que você lê nesse texto é um segundo perdido de sua vida. Você não tem outras coisas para fazer? A sua vida é tão vazia que você não consegue pensar em uma maneira melhor de gastar seu tempo? Ou você se impressiona tanto com a autoridade que você dá credibilidade a qualquer aviso no começo de um filme? Você lê tudo o que você deveria ler? Você pensa tudo o que deveria pensar? Compra tudo o que você deveria comprar? Saia do seu apartamento. Conheça uma garota. Deixe de ser consumista e de se masturbar excessivamente. Demita-se de seu trabalho. Arrume uma briga. Prove que você está vivo. Se você não reivindicar sua humanidade você vai se tornar uma estatística. Você foi avisado..."

Tyler.
 Revendo o filme após algum tempo pude perceber melhor a proposta do enredo, que seria de mostrar como o ser humano lida com as relações sociais ao encará-las com mais vigor e menos subserviência. Nesse caso, a violência empregada, longe de ser a peça principal do jogo, é um reflexo desse período transitório de auto-conhecimento para muitos:

Abaixo, um clipe dos Dust Brothers que mescla trechos do filme com frases interessantes de Tyler:



Confira a letra da música aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...