10 COISAS QUE SINTO SAUDADES


Recebi um meme do amigo Paulo Nery do blog Filmes Antigos Club Artigos (visitem!), que me pede que eu liste as 10 coisas das quais sinto saudades. Tarefa difícil, mas vamos lá:


1. Xou da Xuxa
Posso até ser crucificado por essa escolha, já que Xuxa é execrada por muitas pessoas, mas eu gosto dela. Sinto saudades de assistir o Xou da Xuxa na casa da patroa da minha mãe, quando ainda nem tínhamos televisão; do disco voador, os balões, as brincadeiras, a leitura das cartas, os shows musicais...


2. Desenhos animados
Meu maior passatempo enquanto criança era assistir aos desenhos animados exibidos na televisão: Os Smurfs, Thundercats, Caverna do Dragão, Duck tales, As tartarugas ninja, He-man, She-ra, Muppet Babies...



Taumaturgo Ferreira, Jonas Bloch e Malu Mader em Top Model
3. As novelas dos anos 80 e 90
Teve época em que eu via todas as novelas exibidas (hoje não mais) e eram tão boas. Tenho saudades de A gata comeu, Top Model, Vamp, Perigosas Peruas, Que rei sou eu?, Quatro por quatro, A viagem, Gente fina, De corpo e alma (ah, Daniela Perez!), Tieta, Rainha da sucata...

 
4. Tardes na biblioteca municipal
Sempre gostei de ler. Passava as tardes na Biblioteca Municipal escolhendo livros, folheando revistas (e porque não, recortando-as). Era quase uma rato de biblioteca, como chamam pejorativamente, mas era tão bom ser um ratinho...




5. Filmes da televisão
Antes de comprar videocassete ou mesmo DVD, minha maior diversão era assistir aos filmes exibidos na Tv aberta. Tv por assinatura ainda era um sonho. A Sessão da Tarde da Rede Globo, na época em que os filmes exibidos ainda eram imperdíveis; o Cinema em Casa do SBT; o Cine Trash da Band; o Intercine da Globo; o Cine Privê da Band (ah, meu Deus).



6. Videocassete e Som 3 em 1 de LP
As fitas gravadas no videocassete não tinham a qualidade ou a nitidez do DVD ou do Bluray, mas a minha maior diversão era gravar os filmes que passavam durante a madrugada e assistir quando pudesse ou desse. Da mesma forma era muito prazeroso ouvir os discos de vinil, geralmente comprados em sebos do centro de Goiânia, ver a “bolacha preta” rodando, a agulha, o símbolo da Som livre...

 

Meiry Vieira
7. As pornochanchadas
Só cheguei a conhecer as pornochanchadas vários anos depois que elas já tinham deixado de ser produzidas. Gosto de quase todas. Meu trabalho de conclusão de curso da especialização em Cinema e Educação foi sobre esse tema: O santo de casa que fazia milagres – O fenômeno de bilheteria da pornochanchada. Os meus atores e atrizes favoritos são David Cardoso, Helena Ramos, Carlo Mossy, Matilde Mastrangi, Aldine Muller, Ênio Gonçalves, Nuno Leal Maia, Rossana Ghessa, Nicole Puzzi, Sandra Barsotti, Adele Fátima e Meiry Vieira.
8. Tempos de escola
Sempre fui nerd, do tipo que tirava as melhores notas da sala, era odiado por causa disso, sofria bullying (como já revelei aqui), mas mesmo assim era tão bom aquele tempo em que a maior preocupação era estudar para as provas, fazer as tarefas.

 

9. Teatro infantil
Quando criança sempre tive pretensões de ser famoso. Queria ser qualquer coisa, menos uma pessoa comum. Pensei inicialmente que seria escritor e escrevi vários contos, crônicas e peças de teatro que eram representadas por mim e meus primos nos finais de semana.

 
10. Minha avó materna
Maria, a mãe da minha mãe tinha dezenas de netos, mas sempre dedicou especial atenção a todos eles, inclusive a mim que sempre achei ser o preferido, mas acho que não. Ela sabia dividir todo o amor que possuía. Infelizmente faleceu em 1990, quando eu nem tinha completado 10 anos.

Repasso para os seguintes amigos o meme, mesmo que não seja obrigatório é muito interessante:

Carla Marinho – Grupo de blogs de Cinema Clássico
M. - Sala Latina de Cinema
Hugo – Cinema - Filmes e seriados
Rodrigo – Cinema Rodrigo
Celo Silva - Um ano em 365 filmes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...